<data:blog.pageTitle/>

Menu de acesso:















O Telecatch foi um programa de televisão criado na extinta TV Excelsior do Rio Canal 2, dedicado à exibição de combates de luta-livre que combinavam encenação teatral, combate e circo.

Com a extinção do Palácio de Alumínio, um dos protagonistas da rede de lojas Imperatriz das Sedas e também um dos sócios da empresa, conhecido como Sr. Rafick, resolveu promover um programa de lutas livres pela televisão e cuja modalidade era o Tele-catch.

Durante os anos 60, o programa alcançou o auge do sucesso, criando vilões (por usarem golpes baixos) e também vários heróis, sendo o principal deles Ted Boy Marino (na foto apanhando) que tinha como principal algoz o vilão Aquiles. A luta de Ted x Aquiles era considerada o Corinthians x Palmeiras ou Vasco x Flamengo do telecatch.

As lutas transmitidas em horário nobre atingiam a liderança de audiência, com índices parecidos com as transmissões de futebol ao vivo que, na época haviam sido proibidas. As tesouras voadoras de Ted Boy Marino (que fazia sempre a última e principal luta do programa) no pescoço de "vilões" como Rasputim (na foto batendo), Aquiles (principalmente, por ser seu algoz maior), Índio Saltense, Phantomas, Mongol, Verdugo, Viking, Barba Roxa ou qualquer outro que desafiasse os "heróis do bem", faziam o público em casa delirar.

Todos sabiam que os combates eram "marmelada", com um script previamente desenhado onde o "herói" apanhava do começo ao fim do combate e no final reagia de forma incrível e terminava sempre vencendo a luta. Quando passou a ser transmitido pela TV Globo passou a se chamar Telecatch Montilla, depois quando foi para a TV Record, Os Reis do Ringue, isso já nos anos 70.

Por razões de economia, a rede de lojas Imperatriz das Sedas (a principal patrocinadora do programa) e empresas associadas resolveram não mais financiar o projeto que, sem patrocínio, não restou outra alternativa senão chegar ao fim. Deixou saudades.

Veja mais detalhes clicando aqui
Relembre o Telecatch nesta homenagem à Ted Boy Marino


Compartilhe com seus amigos:            


Obrigado por sua visita e inclua o Blog do Beto em seus 'Favoritos' para poder voltar sempre