<data:blog.pageTitle/>

Menu de acesso:














O adeus ao Cachorrão

Jair nos deixou. Não falar da tristeza desta notícia não dá! O Brasil chora mais uma grande perda para a nossa MPB. Jair Rodrigues, carinhosamente chamado pelos amigos de "Cachorrão", apelido dado por sua mãe, nos deixou no último dia 8 de maio aos 75 anos de idade bem vivida e de muita alegria.

Curiosamente seu maior sucesso, a canção Deixa isso pra lá, entrou no seu primeiro disco lançado em 1964 por acaso, uma vez que faltava uma canção para completar o LP (o padrão eram 12, sendo 6 de cada lado) e o produtor, ao cobrar do Jair esta 12ª canção, ele disse que tinha esta mas que não era bem uma canção, mas sim uma brincadeira que ela fazia com as mãos (Gestos que se tornaram uma marca registrada do Jair) e o produtor aceitou a canção como uma espécie de "tapa buraco do disco".

Seu maior momento foi no Festival de 1966 quando ficou em 1º lugar interpretando Disparada, de Geraldo Vandré e Theo de Barros. Antes de subir no palco seu nervosismo era tanto que sua mãe teve que intervir, lhe dizendo que ficaria ali em pé no palco na frente dele lhe passando segurança (Vejam no vídeo de sua apresentação ela sendo focada duas vezes no começo e depois sua posição à direita do Jair no cantinho do palco).

Seu sucesso ao lado de Elis Regina com o programa O Fino da Bossa foi tão estrondoso, que até hoje nenhum outro casal conseguiu feito igual na televisão brasileira. Mais um grande nome da nossa música que, ao nos referirmos, teremos que colocar o adjetivo de saudoso.

Adeus Cachorrão. Valeu demais!
 



Jair no Festival de 1966


Compartilhe com seus amigos:            


Obrigado por sua visita e inclua o Blog do Beto em seus 'Favoritos' para poder voltar sempre